segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Exorcismo

                 Na última, enfiou fundo. Mas não foi um fundo qualquer. Sabe, quando se puxa o freio de mão numa lomba? Isso! Mas ao contrário.

                 Fechou as calças, embretou as fraldas da camisa. Realinhando o nó da gravata com uma das mãos, na outra abençoou:

                 — 'Tás livre do demônio, irmãzinha...

Nenhum comentário: