quarta-feira, 15 de julho de 2009

Do Filme da Vida

                 Não importa se você aconteceu em fotogramas de finos grãos de prata imersos no celulóide ou se os registros não mereceram nada mais do que invisíveis quadrículas digitais, quais não resistiriam a uma pretensa ampliação. Tenha em mente que, ganhando ou não o Oscar, de qualquer forma, não irá tocá-lo. Provavelmente, esta última sessão terá um público recorde, jamais alcançado, por exemplo, nos seus aniversários. É da vida. Amém.

                 Mas esforce-se para manter um sorriso congelado, para que aqueles do seu bem-querer se sintam confortados, e, sobremaneira, para que a banda podre fique bastante cismada. É do Além.

Nenhum comentário: