sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Barbas por Barbas...

                 É, o mundo tá mudado, carecendo. Dessa vez, os filosóficos fiapos faciais ficaram mais tempo de molho na sopa de letrinhas, até que me acudisse o brilho. Teria que me despojar, me entregar ao sacrifício. Se o pseudolúrgico, lá, é rampeiro, porque devo não sê-lo, agora e aqui? Pois assim foi, garfando o Ce, o A e o Ene, que ornei a borda do prato com primeira sílaba de poderoso verbo. Sucedeu-se o DIDATO, com a naturalidade singular de metápodes.

                 Antes que os vapores subissem por linhas tortas, condensei o programa de governo no verso da propaganda das máscaras, essas tais que lavam as mãos em álcool-gel.

                 Habitação
                 As favelas transformar-se-ão em gigantescos condomínios fechados. De luxo. Cada unidade domiciliar receberá verba do PAC para satisfazer os devidos ajustes. Se a grana não vier? Simples: pac, pac, pac em quem não a envia.

                 Autossustentabilidade
                 Hortas comunitárias, com esforçado acompanhamento técnico. Privilegiar-se-á o cultivo de espécimes nobres, tais como a cannabis, a papoula e a coca. Pra que importar, se podemos ser autossuficientes? Nesta fórmula, buscar-se-á uma melhor distribuição da renda, desde as atividades primárias até o refino.

                 Saúde Pública
                 Cada grande condomínio terá seu nosocômio. Nada mais salutar do que a pureza das alturas. Podemos bem administrar o superfaturamento da obra, combinado ao subfaturamento do autor. Remédio há de não faltar. Nem preço a pagar, naquilo que chamar-se-á, legitimamente, drogaria popular.

                 Segurança e Justiça
                 As comunidades contarão com guaritas ocupadas por experimentados guerreiros, munidos de qualquer-coisa-antiaérea, uma vez que o que vem de baixo nem mesmo arranhe, e coletes à prova de bala, serigrafados com a griffe da facção, indicando quem dá o tom nessa balada. Será banido o exercício da advocacia, abominável prática da remessa de numerário aos rivais do Supremo. Os julgamentos serão sumários, sumérios e sumírios, com direito à incineração.

                 Educação E Cultura
                 Nos espaços contíguos às casas de saúde, erigir-se-ão complexos educacionais, visando à economia do transporte, em caso de punição a professores que ousem cercear a liberdade de expressão. O projeto será provido de quadras para a prática do futebol e do esqueitismo, salvaguardado o privilégio da utilização, quando assim entenderem por necessária, às agremiações carnavalescas. Ainda, no interesse da formação profissionalizante, área haverá destinada à linha-de-tiro para livre iniciação. O currículo escolar ficará desobrigado ao ensino da língua portuguesa, haja vista o alto índice de reprovação que se lhe tem reputado e do seu inócuo e inservível proveito prático.

                 Penso que dois buracos com tacada única possamos, assim, acertar: deslindar a intrincada equação do que venha a contemplar o mais amplo senso do bem-comum, sob a concepção de inequívoca verdade, já auspiciando momento histórico, em qual se registre o resgate da mais autêntica das lideranças. Partido, depois inventamos. Tem uma sigla que vive se insinuando à fugaz inspiração: PCC. Mas, de pronto, já temos lema: "Barbas por barbas, vote no Jarbas".

Nenhum comentário: